Cartórios registram janeiro mais mortal do Brasil desde 2003

Cartórios registram janeiro mais mortal do Brasil desde 2003
Cartórios registram janeiro mais mortal do Brasil desde 2003

Dados reunidos por cartórios de todo o Brasil mostram que o mês de janeiro de 2022 foi o mais mortal desde 2003, início da série histórica no Portal da Transparência do Registro Civil. Foram contabilizadas 144.341 mortes no país neste período. Os números são atribuídos ao aumento de casos de Covid-19, que fez 14.538 vítimas em janeiro deste ano. No mesmo período de 2021, os cartórios contabilizaram 137.431 mortes no total. Já em 2020, antes do início da pandemia, foram registrados 112.659 óbitos em janeiro –  21,95% a menos do que neste ano. Os dados do Portal da Transparência também indicam um aumento do número de vítimas de doenças respiratórias, constantemente associadas ao coronavírus. O número de mortes por pneumonia aumentou de 12.745 em janeiro de 2021 para 21.661 em 2022. Outras 1.734 pessoas morreram por síndrome respiratória aguda grave, em comparação com 1.581 no mesmo período do ano passado.

Fonte: JPNews